OS “GULOSOS” DE DEUS

 

Lembro de uma época atrás onde congregava em uma igreja do interior, tínhamos um grupo de pessoas em que os apelidei de “os fominha de vigília”, pois onde havia vigília no campo eles estavam lá. A igreja tinha uma Van que lotava destas pessoas e de lá voltavam somente quando o sol já estava despontando com sua força no horizonte. Acontecia em todas sextas feiras do mês.

Isto me levou a uma reflexão: até que ponto podemos chegar na intimidade com Deus, e então “dei de cara” com um personagem da Bíblia que considero o primeiro “guloso” da Bíblia: MOISÉS.

Deus falou com ele no Monte Sinai na sarça ardente;

Deus conversou com ele face a face como um amigo conversa com outro por 80 dias quando entregou as tábuas da Lei e na tenda (Êxodo 33.6).

Conversava com Moisés na tenda da congregação que ficava retirada do arraial – este não é o arraial da festa junina que ocorre em “igrejas” por aí (Êxodo 33.9).

No entanto, observe este diálogo FENOMENAL!

DEUS:  E enviarei um anjo adiante de ti.

MOISÉS:  Eis que tu me dizes: Faze subir a este povo, porém não me fazes saber a quem hás de enviar comigo; e tu disseste: Conheço-te por teu nome, também achaste graça aos meus olhos… se tenho achado graça aos teus olhos, rogo-te que me faças saber o teu caminho…

DEUS:  Irá a minha presença contigo para te fazer descansar.

MOISÉS:  Se tu mesmo não fores conosco, não nos faças subir daqui.

DEUS:  Farei também isto, que tens dito.

MOISÉS: Rogo-te que me mostres a tua glória.

DEUS:  Eis aqui um lugar junto a mim; aqui te porás sobre a penha. E acontecerá que, quando a minha glória passar, pôr-te-ei numa fenda da penha, e te cobrirei com a minha mão, até que eu haja passado. E, havendo eu tirado a minha mão, me verás pelas costas.

Esta oportunidade está aberta a todos quantos quiserem hoje, mas como fazer isso?

“E buscar-me-eis, e me achareis, quando me buscardes com todo o vosso coração”
( Jeremias 29:13).

“Tudo o que o Pai me dá virá a mim; e o que vem a mim de maneira nenhuma o lançarei fora
(João 6:37).

Moisés não estava satisfeito somente com o que tinha, pois sabia o Deus a quem servia e da sua infinidade e foi o único homem conhecido que teve o seu funeral realizado por Deus.

Ora, àquele que é poderoso para fazer tudo muito mais abundantemente além daquilo que pedimos ou pensamos, segundo o poder que em nós opera com o objetivo de “ Poderdes perfeitamente compreender, com todos os santos, qual seja a largura, e o comprimento, e a altura, e a profundidade, e conhecer o amor de Cristo, que excede todo o entendimento, para que sejais cheios de toda a plenitude de Deus (Efésios 3:18-20).

ISSO É POSSÍVEL!

Somente uma coisa IMPEDE de tudo isso acontecer:

“Mas as vossas INIQUIDADES fazem separação entre vós e o vosso Deus; e os vossos pecados encobrem o seu rosto de vós, para que não vos ouça”
( Isaías 59:2).

Mas há uma solução:

“E digo-vos que todo aquele que me confessar diante dos homens também o Filho do homem o confessará diante dos anjos de Deus”
Lucas 12:8.

“Ora, para que saibais que o Filho do homem tem sobre a terra poder de perdoar pecados (disse ao paralítico), a ti te digo: Levanta-te, toma a tua cama, e vai para tua casa” Lucas 5:24.

Comente no Facebook
Roni Evangelista

Roni Evangelista

Um dos Coordenadores da UMADERM
Licenciatura em Teologia pela FAETEL (RJ)
Bacharel em Teologia - FEST/FAERPI - PI
Mestrado e Doutorado em Teologia Evangélica - SETEB (RN)
Roni Evangelista

Últimos posts por Roni Evangelista (exibir todos)

Roni Evangelista

Um dos Coordenadores da UMADERM Licenciatura em Teologia pela FAETEL (RJ) Bacharel em Teologia - FEST/FAERPI - PI Mestrado e Doutorado em Teologia Evangélica - SETEB (RN)