QUEM FOI O PRIMEIRO “LARANJA” DO MUNDO? TÁ NA BÍBLIA.

QUEM FOI O PRIMEIRO “LARANJA” DO MUNDO? TÁ NA BÍBLIA.

 

Você já ouviu falar deste termo? Sabia que ele está na Bíblia? Acredite, esta é mais uma invenção que não surgiu nos tempos hodiernos, ela apenas foi ampliada pelos homens modernos.

Esse termo surgiu no meio policial e é utilizado para designar uma pessoa que “empresta” o seu nome para acobertar dinheiro ou bens de uma forma ilícita de um terceiro, isto é, uma lavagem de dinheiro.

Existem muitas teorias a respeito do surgimento do termo. Alguns dizem que era uma forma de esconder bebidas alcoólicas dentro de laranjas, pois o uso delas em público era proibido. Outros dizem que os terceiros ficam com o caldo e os “laranjas” ´só com o bagaço. Outra fala de “pirâmides” financeiras onde as pessoas tinhas que conquistar “laranjas” para sustentar os primeiros. Enfim, não se pode provar com toda certeza a origem na literatura.

MAS… descobri de onde surgiu a prática do método, foi muito tempo atrás. Quando 100% da população da terra foi alvo de um “laranja”. A Bíblia afirma que Deus deu uma recomendação ao primeiro casal da terra, Adão e Eva, para não comer do fruto da árvore do conhecimento do bem e do mal. Porém um dia Eva estava passeando sozinha no meio do jardim quando ouviu uma voz e percebeu que não era uma pessoa, mas uma serpente.

Ai começou o diálogo de convencimento e a proposta tentadora do benefício pessoal e da ganância, a famosa soberba da vida: “Então a serpente disse à mulher: Certamente não morrereis. Porque Deus sabe que no dia em que dele comerdes se abrirão os vossos olhos, e sereis como Deus, sabendo o bem e o mal.” (Gênesis 3:4,5)

Ato contínuo ela comeu e levou para seu marido. E foram enganados pela “serpente laranja”, eles não ficaram somente sabendo o bem e o mal, a “serpente laranja” não disse que Deus, embora saiba o bem e o mal, não é afetado por ele, foi ‘tirado o caldo e deixado só o bagaço’.

Interessante que não podiam comer do fruto e foram enganados por uma “laranja”.

Sabemos que a serpente foi usada pelo Diabo: Ele prendeu o dragão, a antiga serpente, que é o Diabo e Satanás, e amarrou-o por mil anos. (Apocalipse 20.2).

O Supremo Juiz julgou o caso e deu a sentença a cada um, e o “laranja” sofreu a sanção: Então o Senhor Deus disse à serpente: Porquanto fizeste isto, maldita serás mais que toda a fera, e mais que todos os animais do campo; sobre o teu ventre andarás, e pó comerás todos os dias da tua vida. (Gênesis 3.14).

Ao que usou o “laranja”: “E porei inimizade entre ti(diabo) e a mulher, e entre a tua (da mulher) semente e a sua (do diabo) semente; esta (semente da mulher) te ferirá a cabeça, e tu(diabo) lhe ferirás o calcanhar”. (Gênesis 3:15) (entre parênteses meu).

E a pena também não deixou de fora os que foram enganados, tanto o homem como a mulher. Pois eles foram avisados e advertidos da consequência da desobediência.

Assim como o “laranja” do jardim foi usado, ainda existem muitos “laranjas” nos tempos modernos usado pelo diabo. Pessoas que só maquinam o mal, os chamados inimigos da cruz. Satanás os usa enquanto eles tem alguma coisa para oferecer “caldo”, e depois que só fica o bagaço joga fora. É a missão tríplice de matar, roubar e destruir.

MAS nem tudo está perdido, pois ainda existe uma esperança para os “laranjas”, podem ser enxertados na videira verdadeira, Jesus Cristo. (João 15; Romanos 11.17).

Comente no Facebook
Roni Evangelista

Roni Evangelista

Um dos Coordenadores da UMADERM
Licenciatura em Teologia pela FAETEL (RJ)
Bacharel em Teologia - FEST/FAERPI - PI
Mestrado e Doutorado em Teologia Evangélica - SETEB (RN)
Roni Evangelista

Últimos posts por Roni Evangelista (exibir todos)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *