QUEM DISSSE QUE A IGREJA É A NOIVA DE JESUS? Prove-me, se puder!

Essa aconteceu comigo. Professor de EBD, um irmão chega até mim e me pergunta: professor eu vejo as pessoas dizerem que a Igreja é a noiva de Cristo. Onde está escrito isso? Olhei para ele e disse que iria trazer uma resposta. Fui pesquisar e, PASMEM! Não encontrei nada. Isso mesmo, NADA!

Pois tenho verdadeiro ciúme de vós e esse zelo vem de Deus, pois vos consagrei em casamento a um único esposo, que é Cristo, a fim de vos apresentar a Ele como virgem pura” (2 Co 11.2)

Nesse texto, Paulo “parece” que apresenta a Igreja como esposa de Cristo, PARECE. No entanto vamos chamar a verdadeira intérprete das Escrituras: a própria ESCRITURA.

Um dos sete anjos que tinham as sete taças cheias das últimas sete pragas veio e me disse: – Venha, e eu lhe mostrarei a noiva, a Esposa do Cordeiro” Ap 21.9

O desavisado vai dizer que é a Igreja esta noiva e esposa do cordeiro descrita a João na ilha de Patmos. VAMOS SEGUIR:

Ele me levou no Espírito a um grande e alto monte e mostrou-me a Cidade Santa, Jerusalém, que descia dos céus, da parte de Deus (Ap 21.10)

Para não deixar dúvida alguma observe o texto no mesmo capítulo:

E vi a Cidade Santa, a nova Jerusalém, que descia do céu. Ela vinha de Deus, enfeitada e preparada, vestida como uma noiva que vai se encontrar com o noivo”. Ap 21.2

E no último capítulo vem a grande chamada onde estão presente Jesus, o Espirito e a noiva:

O Espírito e a noiva dizem: – Venha! Aquele que ouve isso diga também: – Venha! Aquele que tem sede venha. E quem quiser receba de graça da água da vida”. Ap 22.17

Portanto, as Escrituras deixam muito claro, quem é a noiva do Cordeiro e também sua esposa. E NÃO É A IGREJA!

A NOIVA E ESPOSA do Cordeiro é a Nova Jerusalém e nela estará “...O trono de Deus e do Cordeiro estará na cidade, e os seus servos o servirão. Eles verão a sua face, e o seu nome estará em suas testas. A Igreja estará servindo a Cristo nesta cidade.

Quem disse que Cristo estará nos servindo? Onde está isto na Bíblia?

“Então, ouvi uma como voz de numerosa multidão, como de muitas águas e como de fortes trovões, dizendo: Aleluia! Pois reina o Senhor, nosso Deus, o Todo-Poderoso. “Alegremo-nos, exultemos e demos-lhe a glória, porque são chegadas as bodas do Cordeiro, cuja esposa a si mesma já se ataviou, [esposa aqui você já sabe quem é] “pois lhe foi dado vestir-se de linho finíssimo, resplandecente e puro. Porque o linho finíssimo são os atos de justiça dos santos. “Então, me falou o anjo: Escreve: Bem-aventurados aqueles que são chamados à ceia das bodas do Cordeiro.” (Ap 19.7-9)

Neste ano que se comemora os 500 anos da reforma. É hora de voltar a Palavra e para os que vivem de pregações, vai um último texto:

E acrescentou: São estas as verdadeiras palavras de Deus.” ( Ap 19.9b)

O resto é pregação alexandrina*

*Estilo de pregação que havia na cidade de Alexandria que ensinava que a Biblia é toda alegórica.
Roni Evangelista

Roni Evangelista

Um dos Coordenadores da UMADERM
Licenciatura em Teologia pela FAETEL (RJ)
Bacharel em Teologia - FEST/FAERPI - PI
Mestrado e Doutorado em Teologia Evangélica - SETEB (RN)
Roni Evangelista

Roni Evangelista

Um dos Coordenadores da UMADERM Licenciatura em Teologia pela FAETEL (RJ) Bacharel em Teologia - FEST/FAERPI - PI Mestrado e Doutorado em Teologia Evangélica - SETEB (RN)

Leave a Reply