O desafio do Dizimista(D) e o Generoso (G)

Esta aconteceu comigo. Sempre aprendi que devemos dar o dizimo, que está escrito na Bíblia, quem não faz está “roubando” de Deus, que é um pecado de omissão. OPA! Se é pecado, logo quem não dizima vai ser condenado. Então para ser salvo tem que crer em Jesus e dar o dízimo?

 

Alguém chegou até mim e disse que não dava o dízimo, pois isso é da Lei e na dispensação da Graça não é mais necessário e agora PRATICAVA o princípio do Novo Testamento: o da GENEROSIDADE, guarde bem GENEROSIDADE.

Quem é generoso será abençoado, pois reparte o seu pão com o pobre. (Pv 22.9)

Aí começou o nosso desafio;

D: Quer dizer que você não é dizimista e age de acordo a generosidade da época da graça?
G: Certamente, o dizimo é da Lei, e não estamos mais sob o jugo da lei.
D: Então vamos fazer o seguinte. Esqueçamos a LEI e vamos ficar somente no seu critério da GENEROSIDADE.

GENEROSIDADE: virtude daquele que se dispõe a sacrificar os próprios interesses em benefício de outrem.

D: A Bíblia fala que temos que ser generosos, e você entende que o Dizimo é somente dez por cento de tudo o que ganha, se eu sou dizimista devolvo somente isto e estou livre do preceito e cumprindo a ordenança. Você há de concordar comigo que a generosidade vai muito além disso. NÃO POSSO FICAR APENAS NOS DEZ POR CENTO.

Cada um dê conforme determinou em seu coração, não com pesar ou por obrigação, pois Deus ama quem dá com alegria.(2Co 9.7)

O generoso meneou a cabeça em sinal de afirmação.

D: Assim sendo, você tem o dever de dar mais do que eu, afinal você age pela GENEROSIDADE.

O Dizimista olhou para o generoso e perguntou:

       – Quantos você doa à igreja que você participa? Quantos por cento da sua renda você doa? Na oferta, certamente dá a maior nota da carteira.

O generoso meneia a cabeça como sinal de afirmação. Seu cônjuge que está ao seu lado, frange a testa, olha para ele e diz JUSTAMENTE o contrário,  doa a menor nota da carteira.

D: Pois é, eu que sou dizimista, sou mais generoso que você.

NA VERDADE, A FORMA COMO ALGUÉM INVESTE SEU DINHEIRO NO REINO QUALIFICA A VIDA ESPIRITUAL QUE ELE TEM.

Pois onde estiver o seu tesouro, aí também estará o seu coração. Mt 6.21)

PS: Há pessoas nas igrejas que não paga nem o cálice da ceia.

 

Roni Evangelista

Roni Evangelista

Um dos Coordenadores da UMADERM
Licenciatura em Teologia pela FAETEL (RJ)
Bacharel em Teologia - FEST/FAERPI - PI
Mestrado e Doutorado em Teologia Evangélica - SETEB (RN)
Roni Evangelista

Roni Evangelista

Um dos Coordenadores da UMADERM Licenciatura em Teologia pela FAETEL (RJ) Bacharel em Teologia - FEST/FAERPI - PI Mestrado e Doutorado em Teologia Evangélica - SETEB (RN)

Leave a Reply